Marco Feliciano pede prisão de manifestante que o chamou de "racista"

Marco Feliciano pede prisão de manifestante que o chamou de "racista":
Manifestantes protestam contra o deputado Marco Feliciano na Comissão de Direitos Humanos da Câmara (Foto: Alexandra Martins / Câmara dos Deputados)Manifestantes protestam contra o deputado Marco Feliciano na Comissão de Direitos Humanos da Câmara (Foto: Alexandra Martins / Câmara dos Deputados)

O deputado e pastor Marco Feliciano pediu a prisão de um manifestante durante sessão da Comissão de Direitos Humanos na tarde desta quarta-feira (27). O manifestante foi detido pela polícia legislativa após protesto - ele teria chamado Feliciano de "racista".
>> PSC decide manter Marco Feliciano na Comissão de Direitos Humanos
A sessão começou às 14h22, novamente com protestos contra a permanência de Feliciano na Comissão. Cerca de dez minutos depois, Feliciano determinou que a polícia legislativa detivesse um dos manifestantes. “Aquele senhor de barba, chama a segurança, ele me chamou de racista e racismo é crime. Ele vai ser preso e terá que provar que eu sou racista”, disse Marco Feliciano.
O manifestante, identificado como Marcelo Régis, foi levado à delegacia para prestar depoimento.
Depois da confusão, Feliciano tentou dar prosseguimento aos debates, mas logo suspendeu a sessão e transferiu a audiência pública para outro plenário, onde só podem participar parlamentares, jornalistas e assessores. É a segunda vez que Feliciano precisa interromper uma sessão. Na semana passada, ele presidiu a comissão por apenas oito minutos, quando decidiu interromper os trabalhos por conta dos protestos.
Nesta quarta-feira, a Comissão tentava discutir a situação dos corintianos presos na Bolívia. Com a mudança do local, a comissão passou a debater a contaminação de pessoas por chumbo na cidade Santo Amaro da Purificação (BA).
Feliciano enfrenta forte pressão para deixar a Comissão de Direitos Humanos da Câmara. Ela é criticado por ter feito comentários considerados racistas e homofóbicos. Na terça-feira, no entanto, a bancada do seu partido, o PSC, se reuniu e decidiu manter o apoio ao deputado.
bc
Share on Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais Acessados

Mais 1ndic@ções