Mais 1ndic@ções

Medida ideal de capacete

Medida ideal de capacete

QUE TAMANHO DE CAPACETE ESCOLHER?

Para definir o tamanho do seu novo capacete deve medir, com uma fita métrica o perimetro da sua cabeça. É um processo simples mas que deverá operar com atenção uma vez que usar um capacete de um tamanho desadequado poderá ser origem de grande desconforto.
Tal como mostra a figura seguinte, deverá fazer a medição, na horizontal e sobre as sobrancelhas e orelhas.



Procure o resultado mais aproximado à sua medida na tabela abaixo de acordo com o fabricante/marca.

Capacetes: saiba qual é o ideal

Dicas para escolher o tamanho ideal do capacete para moto e ficar bem protegido
Os capacetes são essenciais para motoqueiros e ciclistas, além de outros esportes e até ocupações profissionais, certo?
Mas eu garanto que muita gente não sabe como escolher o capacete mais indicado.
Calma. Vem com a Lu que eu ensino você a acertar na compra do seu próximo capacete!
Cada cabeça, um tipo
Não existem muitos tamanhos de capacetes, e saber qual é o seu nem dá tanto trabalho assim. Mas é melhor você ter a certeza de que está usando o tamanho certo, ou ficará com a visão comprometida e terá até mesmo dores de cabeça.
Olha só como é fácil tirar a medida da circunferência da sua cabeça: pegue uma fita métrica e circule seu crânio na altura da testa. Anote o resultado. Agora, é só escolher o tamanho que mais se aproxima dessa medida.
Dependendo da marca, existem os tamanhos:
56 ? S (ou Pequeno)
58 ? M (Médio)
60 ? L (Grande)
62 ? XL (Extra Grande)
Dica de ouro da LU: É importante escolher um capacete bem justo, pois a tendência é que ele se alargue com o uso. Portanto, se a sua medida é 55 ou 56 cm, escolha um 56 sem medo. Se você ganhou um capacete mais largo, pode tentar improvisar, usando um boné ou lenço por baixo, mas isso não é o mais indicado.
Dicas para usar corretamente este item de segurança
Fique de olho nas correias. Elas devem estar firmes e bem ajustadas antes de sair. E não se esqueça de limpar, viu? Ou então, ficará com mau cheiro após um breve tempo de uso! A maioria dos modelos vem com forros removíveis que podem ser lavados. Faça a limpeza periódica e evite o mofo e as bactérias.
 
Agora que você tem o capacete, vamos fazer uma rápida verificação no visual?
O capacete deve estar diretamente sobre a sua cabeça, sem inclinar para frente e nem para trás. Os olhos devem estar centrados na abertura com o preenchimento do encaixe, e é importante verificar se há lacunas entre o preenchimento e sua cabeça. Todo cuidado é pouco, viu?
Perceba se há qualquer ponto de pressão. Se o capacete se encaixar corretamente, a pressão deve ser distribuída uniformemente ao redor de sua cabeça.
Lembre-se: a pressão pode ser apenas ligeiramente irritante no início, mas ela pode causar uma dor de cabeça terrível depois de uma hora. Por isso é importante testá-lo na sua cabeça pelo menos uns 15 minutos antes de comprá-lo para não errar.
Fique de olho também se o modelo escolhido tem todos os selos de garantia e segurança adequados! Procure referências para conhecer melhor sobre as marcas que lhe interessam, e escolha sempre o mais seguro e que oferecer mais garantias, afinal não é possível botar um preço na sua vida.
Modelos e tipos de capacete
Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) fiscaliza a conformidade de capacetes vendidos em território nacional de acordo com a norma brasileira NBR 7471.
Você sabia que são quatro os modelos que podem ser utilizados no trânsito sem risco de multas? Estes modelos são os únicos que atendem os critérios de segurança determinados por lei. São eles:
Integral (fechado); Misto (queixeira removível); Modular (frente móvel) e Aberto, sem a queixeira (proteção para o queixo).
Todos devem vir com a parte interna forrada com uma camada espessa de isopor, espuma e tecido antialérgico.
Ainda segundo o Inmetro, o capacete estilo ?coquinho? não atende a legislação, pois não oferece segurança para o usuário. Ou seja: é multa na certa
Agora acompanha os tipos e os modelos de capacetes:
Integral
É o mais comum e fácil de identificar, já que é uma peça inteiriça com visor. Podem esquentar um pouco, mas deixam a cabeça totalmente protegida. Uma ótima opção para os centros urbanos.
Capacete com Viseira da Mixs Mx5 vem na cor preta e possui entrada de ar frontal, dando um refresco nos dias mais quentes.
Misto
Possui características do Integral, mas seu design (sem visor fixo) permite o uso de óculos de proteção específicos para motociclistas e protege de lama e chuva. Bom para a cidade ou para trilhas.
Este modelo da Mixs Mx Cross vem com forro antialérgico e casco de alto impacto - mais seguro e resistente. Possui queixeira com proteção de alumínio e pintura com verniz.
Modular
Possui visor com queixeira que pode ser deslocado, transformando-se em um capacete aberto. É uma ótima opção para viagens, já que permite um refresco em uma parada ou sinal fechado.
Capacete com Viseira da Mixs Ms Style tem viseira em policarbonato, forro antialérgico e casco em ABS de alto impacto, oferecendo máxima proteção. Possui ainda pintura em poliuretano e grafismo em adesivos.
Aberto
Por protegerem somente as orelhas e as partes laterais do rosto, são mais recomendados para trajetos curtos, como a ida ao trabalho. São escolhidos geralmente pelo design e por serem mais arejados que os outros modelos.
Ufa! Cabeça protegida, viagem garantida!
#Compartilhar

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Arquivo Indicador

INDIC@ DESDE 2008 - INDICANDO OS MELHORES CONTEÚDOS
Jovex Webdesigner
Hoje é

Marcadores

Traduzido Por: Mais Template - Designed Seo Blogger Templates