Mais 1ndic@ções

Medidas do motor | folgas radiais, axiais e tolerâncias

Medidas do motor | folgas radiais, axiais e tolerâncias


Medidas do motor

Aferimentos das medidas do motor (folgas radiais, axiais e tolerâncias)

Medidas
Entendem se por medidas quando temos um corpo de várias formas, que a olho nu não se pode ter a exatidão das medidas lineares, circulares, comprimentos ou larguras.
Como então proceder?
Leia o artigo sobre METROLOGIA!
Para podermos medir qualquer corpo, usamos ferramentas especificas para cada situação, exemplo:
 Na construção civil, utilizamos o metro, trena, régua (escala);
– Na carpintaria usamos também o metro, trena, escala, esquadros, etc.
 Na mecânica geral – usamos constantemente; trena, paquímetros, escala (réguas), transferidores de graus (goniômetro), etc.
– Na tornearia mecânica, retífica, ferramentaria e indústrias mecânicas, já dispõem de ferramentas mais precisas de relações micrométricas, pois, neste setor da mecânica passamos a lidar com fabricações, recuperações. Então é necessário o uso de paquímetros digitais, micrometros, goniômetros, escalas, relógios comparadores, etc. Ferramentas estas das mais simples as mais precisas, todas com escalas milimétricas.
Neste artigo sobre medidas onde, o assunto é de retifica de motores usaremos o micrometro, relógio comparador, paquímetro e o súbito.
Vejam artigos sobre estas ferramentas de precisão:
Todas as medidas existem uma determinada folga, umas grandes e outras pequenas. Existem medidas dentro de outras medidas e também existem medidas maiores para serem acopladas em outras peças sobre pressão, interferência. Mesmo assim, estas medidas terão precisão exata, ou então não será possível à conexão de outra peça com medidas inferiores. Exemplo:
– Existem na linha automotiva bielas que recebem os pistões sobre interferência de seus pinos (linha Ford, Fiat, Gm), o diâmetro do alojamento do pino na biela é menor que o diâmetro do pino do pistão, mas esta interferência é milimétrica o suficiente para prender o pino do pistão sem que o mesmo venha a sair. Os mesmos procedimentos são para as engrenagens dos virabrequins, comandos, compensadores de massa, etc. Claro que existe uma particularidade para efetuar estes serviços. Veremos em outro artigo desta série!
Na retifica de motores que é o nosso assunto principal, trabalhamos com medidas variadas para todos os componentes do motor. Estas medidas não poderão nunca ser justas, ou seja, medidas zeradas. Existirá sempre uma determinada folga seguida da mesma precisão e uma determinada escala, a saber. Estas folgas recebem um nome conhecido por todos os técnicos da área de retifica que é: Folgas radiais e axiais!
Observação: Nunca confundir TOLERÂNCIA com FOLGAS!
Tolerância – são as diferenças entre as medidas maiores e menores de um corpo cilindrico.
Folgas – são as medidas planejadas a receberem outro preenchimento de um corpo relativo ao tipo de serviço que ira se submeter. No caso de motor, o material serão os lubrificantes. Seguem também precisão no uso do lubrificante!
O que são folgas radiais e axiais?
Folga Radial
Folga Radial é o complemento existente gerado para acoplar uma devida peça em um mancal onde haverá um espaço vazio ocupado por outro corpo. Por exemplo:
Entre o mancal do bloco do motor e os colos do virabrequim são introduzidas as bronzinas (casquilhos), e sobre estes casquilhos o virabrequim. Este virabrequim trabalhará rodando sobre estas bronzinas, mas não poderá trabalhar esfregando na mesma, porque há um espaço vazio entre os mesmos. Para preencher este espaço e evitar o atrito entre as peças são preenchido estes espaços com lubrificantes especiais, que neste caso óleo lubrificante de ligas especiais.Vejam artigo sobre lubrificantes!
Este espaço vazio entre a bronzina dos mancais e o virabrequim é determinado como folga radial, o mesmo para todas as demais peças móveis do motor.
Os mancais deverão estar dentro das medidas especificadas, para obter a exatidão quando acoplados as bronzinas, para que as mesmas recebam depois de apertadas com torques específicos à forma cilíndrica perfeita para evitar o atrito com os mancais do virabrequim. O virabrequim deverá seguir as mesmas normas e precisão.
Após apertar os mancais com as bronzinas em seu interior, as medidas correspondentes deverão alcançar as medidas das folgas radiais onde serão preenchidas com o óleo lubrificante. Estas folgas deverão estar dentro do permitido que é a tolerância entre as medidas maiores e menores.
Por mais que um retificador tente, ele não conseguira ter medidas zeradas em uma retifica de motores, por padrão as fabricas e montadora de veículos constrói as suas peças de reposição e a mesma vem gravada as medidas das folgas que deverão permanecer. Isto se chama folgas de montagem!
Folga Axial
Folga axial são aplicadas perpendicularmente entre os eixos, em nosso caso na retifica, receberão estas folgas o:
  • Eixo virabrequim,
  • eixo comando de válvulas,
  • eixo auxiliar do distribuidor,
  • balanceiros de válvulas,
  • bielas,
  • engrenagens auxiliares (locas), e muitos outros equipamentos. Esta folga é para evitar o atrito entre as laterais dos mancais e devem seguir as tabelas recomendadas pelos fabricantes. Existem também medidas especificadas e toleráveis para estes fins.
Todas estas folgas e tolerâncias deverão ser seguidas à risca em retificas de motores, por um motivo bastante obvio:
O motor é uma maquina térmica, e tudo que aquece aumenta o seu valor.
Dentro de um motor todas as peças móveis estão acopladas e apertadas entre mancais e cilindros com torques adequados e com folgas acessíveis a temperaturas de trabalho entre 40 a 100°C. Claro que o motor depende de muitos outros sistemas para ser uma máquina térmica perfeita. Estes também serão assuntos discutidos em outros artigos.
#Compartilhar

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Arquivo Indicador

INDIC@ DESDE 2008 - INDICANDO OS MELHORES CONTEÚDOS
Jovex Webdesigner
Hoje é

Marcadores

Traduzido Por: Mais Template - Designed Seo Blogger Templates